.

.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Apostila Informativa Completa - Parte [2 de 4]:

Parte: [1] - [2] - [3] - [4] (Clique nos Numeros para ser direcionado)


Capitulo (5):

Matéria do Universo


Me diga leitor(a), você pode ver as ondas de radio emitido por seu celular? E as ondas de emissão emitidas pela TV ou emissoras de Radio, você pode ver? E senti-las? Você pode sentir as ondas de transmissão da TV passando pelo seu corpo? E você consegue pegar essas ondas com as mãos? E você consegue cheirá-las? Ouvi-las sem a ajuda de um aparelho de TV? E me diga... qual gosto tem essas ondas? Não sabe? Por que? Por que não pode por uma onda de Radio/TV/Celular na boca e mastigá-las? Não? E por tudo isso você concluiria que elas não existem? Sim pois se você não pode:



- Cheirá-las, não pode ver, não pode tocar, não pode ouvi-las, não pode saber o gosto... Então nesse caso não existe? -

Mas você sabe que existe! Pois se não existisse então todos esses aparelhos modernos não poderiam funcionar, certo? Então podemos concluir aqui que apesar dessas ondas de emissão vibracional escaparem de nossos 5 sentidos básicos, elas existem! Mas não a percebemos simplesmente por que não possuímos sentidos para isso.
Aqui está uma ilustração que vai nos ajudar a entender esse ponto

Vejamos - a matéria do universo se distribui por vários níveis de vibração diferentes, a matéria que podemos perceber usando apenas os nossos 5 sentidos básicos é:
“ 1) - Som, 2) - Cheiros, 3) - Cores/Luz, 4) - Sólido/Liquido, 5) – Sabores ”

Tudo que não estiver nesse segmento da vibração é “invisível”, e para as pessoas simplistas: “não existe”. Mas a matéria do universo é muito mais do que apenas o que os nossos 5 sentidos conseguem perceber, [Clique Aqui]. Veja essa figura acima e suponha então que ela representa toda a matéria do universo. Mesmo aquela matéria que está fora do alcance de nossos sentidos básicos. No caso então grande parte dessa matéria seria invisível para nós, pois o ser humano da Terra só pode ver uma fração de toda essa vibração. Assim de toda essa onda representativa da figura o ser humano só pode perceber alguns milímetros dela. Isso acontece porque “aqueles” que causaram a sabotagem em nosso sistema de chakras assim resolveram. Pois as humanidades de outros mundos tem seus sentidos mais ampliados e podem ver, tocar, cheirar, ouvir, provar, “coisas” que para nós seria invisível em todos os sentidos. Mas mesmo as pessoas na Terra podem reativar sentidos que as permite perceber mais dessa matéria universal. São os clarividentes e pessoas com capacidades psíquicas ampliadas.

Pessoas que dentre outras coisas dizem poder ver almas, perceber a energia de um lugar, ou de uma pessoa, ouvir sons inaudíveis para os outros, contatar entidades que vivem em outras dimensões, ler a mente de seus semelhantes, prever o futuro, etc... Você também poderá! [Clique Aqui]. Pois o “Salto” é um meio de limpar a aura, limpar o chakras e reativar capacidades psíquicas. Pois as capacidades psíquicas vem dos chakras (que são órgãos dos outros níveis de nosso corpo) cada chakra pode (uma vez ativado e limpo) fornecer novas habilidades. Assim como o olho material pode nós permitir ver. Se ele estiver sujo ou ferido ou ainda removido então obviamente que não poderemos ver, ou veremos com dificuldade (dependendo do tipo de lesão), assim são os chakras. Eles são como órgãos feridos, ou com sérios problemas. Aqueles que possuem os chakras em melhor situação, tem por conseqüência sentidos “superiores” que os fazem se destacar da maioria.

São aquelas pessoas com capacidades psíquicas (algumas mais desenvolvidas, outras menos). Não sei qual é o seu caso, se é daqueles que já possuem (ou ainda possuem) algum poder mental ou se é alguém que só tem os 5 sentidos básicos, mas de qualquer modo com o “Salto” você poderá ampliar essas capacidades (se for do primeiro caso) ou despertar e depois fortalecer as capacidades (se for do segundo caso). Eu por exemplo pertencia ao segundo caso. Saberão sobre as minhas atuais capacidades mais a frente na apostila. Além dos imprints que desaceleram e causam “lesões” nos chakras temos ainda os implantes. Implantes? (você pergunta) Sim, isso mesmo. Implantes!

Mas como assim? Bem o leitor(a) sabe o que são implantes não é mesmo? Implantes são aparelhos que são acoplados no corpo, ou então pedaços de pele ou ainda órgãos. É muito comum lermos sobre pessoas que receberam implantes de córneas (pele do globo ocular) ou órgãos (tais como fígado, rins). Então implante seria algo exterior, que teve sua origem fora do corpo, mas que é colocado no corpo por alguém (racional) com ou sem autorização do dono do corpo, para servir a algum propósito, como por exemplo a melhora da saúde daquele corpoMas os implantes não são apenas “materiais (isto é, perceptíveis aos 5 sentidos básicos), eles também podem ser imateriais, isto é:


“Serem constituídos de um tipo de matéria que foge aos 5 sentidos básicos.”



Existe implantes (aparelhos) que são da mesma vibração de matéria da aura e dos chakras. Esses aparelhos são reais e podem ser acoplados aos corpos de vibração mais sutil que você ou qualquer pessoa possui. Mas quem os produz e os coloca? Lembra que eu citei que tem pessoas que podem contatar entidades que são de outra dimensão? Então ai está a resposta. Quem os produz e os implanta são entidades de dimensões que são invisíveis aos nossos 5 sentidos. São invisíveis aos 5 sentidos básicos, mas não aos sentidos que os chakras podem fornecer. Assim aquela pessoa que possui seus chakras em bom funcionamento pode ver essas entidades e ver os implantes. Os implantes podem ter a mesma função que um imprint teria na aura e nos chakras.

Um implante pode fazer o bem ou o mal, mas basicamente ele causa mais sujeira na aura e por conseqüência atrapalha o bom funcionamento dos chakras. O corpo humano (carnal), seus chakras, e sua aura não precisa de implantes, eles só são necessários caso esteja com algum problema, ou então quando “alguém” tem algum interesse não exatamente “nobre”.

O leitor(a) já ouviu falar de espíritos obsessores?

Esses são espíritos de pessoas desencarnadas que por vários motivos (inúmeros motivos) ficam presas no mundo “material” (geralmente por ignorar essas informações sobre outras dimensões) elas então “colam” em pessoas que possuem alguma capacidade mediúnica ou que são simplesmente compatíveis (os semelhantes se atraem), e assim como aqui no “mundo material” lá do outro lado existe ciência, e existe também pessoas com más intenções. Também existe as pessoas sem escrúpulos, então imagine uma entidade desencarnada chegando numa loja (o mundo lá é semelhante ao nosso aqui) e pedindo para o balconista um aparelho que faça o seu “companheiro” encarnado beber mais, ou fumar mais, ou ter maior apetite sexual (já que essa entidade está interessada em sentir esses prazeres por meio do encarnado), o balconista então apresenta diante dos olhos dele 4 ou 5 modelos de aparelhos que podem ser acoplados nos chakras ou aura do encarnado para gerar o efeito esperado.

Ele então paga o preço do aparelho escolhido (lá tem dinheiro também, mas pode ser uma troca) então o aparelho é empacotado e o feliz comprador sai da loja com ele debaixo do braço... Imaginou? Então é assim que acontece. Pois no mundo “espiritual” as coisas acontecem mais depressa que aqui na “matéria”. Assim, se até aqui já existem chips, marca-passos, próteses, etc... imagine lá! Assim amigo(a) você quando se submeter ao “Salto” vai achar muitos implantes na sua aura e chakras. Eu vou ensinar como se deve proceder para achar e retirar esses implantes (que já se acumulam há milênios) e assim se livrar dessas obsessões para sempre. Mas devo deixar anotado aqui que não é apenas almas de pessoas desencarnadas que colocam implantes em seus semelhantes encarnados, na verdade essa historia de implantes vai muito mais longe do que você pode imaginar. No seminário poderemos falar mais do assunto. Essa apostila é somente uma introdução nos assuntos que aprofundaremos no Módulo I.


Capitulo (6):
As Variáveis do Processo...


Existem muitas variáveis que sua supra-consciência tem que levar em conta. Ela decidirá se as memórias devem ou não ser ativadas, se você tem ou não maturidade para lidar com elas e se vai ser útil neste momento ou não acessar essas memórias... Mas uma coisa pode ter certeza, a sua supra-consciência não vai permitir nada além daquilo que seja benéfico para você. Se seu "Eu Maior" achar por bem não abrir suas memórias é porque ele tem bons motivos e quer primeiro preparar você para que isto possa ocorrer com segurança futuramente. Mas de qualquer modo a ligação estará feita, a sabotagem estará anulada e a “ponte” entre o Elemental e a consciência superior estará construída.


- O “Salto”, é você consigo mesmo(a), numa conversa franca e realista... (citação minha que faço aos iniciados nos Seminários)


Existem casos em que as pessoas não conseguem ter acesso a suas memórias de vidas passadas (uma minoria); ao analisar estes casos com minha clarividência eu noto que os motivos são bem fundamentados, aqui estão alguns exemplos para terem uma idéia:

1-) Imaturidade - Crianças Espirituais:


Um dos motivos é as pessoas não terem maturidade para lidar com tais memórias... Me diga leitor(a) o que você faria se lembrasse que você foi estuprado(a), torturado(a) ou assassinado(a)? Isso te deixaria muito abalado(a)? E se você fosse o estuprador, torturador(a) e assassino(a), como seria? Ficaria mais abalado(a) ainda?? E no caso de recordar que você prejudicou ou foi prejudicado por uma pessoa próxima? Tipo uma pessoa que hoje em dia é seu irmão, primo, amigo(a) ou então sua Mãe ou Pai? E então!? Tenham em mente que o “Salto” vai trazer as suas verdadeiras memórias, a verdade nua e crua, e você terá que lidar com ela... O “Salto” diferente de uma terapia de regressão normal vai te despertar as verdadeiras memórias, pois é a sua supra-consciência que estará fazendo isso, você ao ser desbloqueado(a) vai estar consciente o tempo todo e não como numa hipnose com a consciência alterada. Isso é muito importante de frisar: 



“O Salto vai te despertar as suas verdadeiras Memórias!”

Pois no caso de uma terapia normal as pessoas são colocadas num estado alterado. No livro de Paulo Coelho intitulado: “Brida”, a partir da Pg.72 você tem um ótimo exemplo disso. Com isso a pessoa submetida vai ter acesso ao “banco de dados” dos arquivos Akáshicos, esses arquivos Akáshicos é um tipo de “rede” de memórias e pensamentos que se acumulam em volta da terra em seus vários níveis de vibração. Todos nós através de nossa capacidade natural podemos acessar essa “rede de informações” e recolher daí memórias.

É como eu já disse:
“O ser humano é como um computador”
O ser humano é como um computador que pode se ligar na “WEB” da rede Mental que envolve o Planeta, extraindo daí memórias.

Um PC normal tem todos os recursos para acessar a rede de computadores chamada Internet (que é uma reunião de todos os computadores do mundo e seus dados) da mesma forma a mente dos seres humanos pode se “conectar” na rede chamada Registros Akáshicos e extrair daí muitas informações. Mas exatamente como acontece no primeiro caso ( PC e Internet ) nem sempre as informações conseguidas são confiáveis ou verdadeiras. Você pode acessar os arquivos Akáshicos e extrair dali memórias e vivencias falsas que podem ser produto da imaginação ou fantasia de uma pessoa qualquer do passado, ou então acessar memórias que não são as suas, mas sim de alguém que tem uma freqüência mental similar. Os métodos de terapia de regressão conhecidos geralmente não são muito bem vistos pelo restante da classe cientifica justamente por causa dessas inconsistências. No inicio quando esses métodos foram sendo descobertos as pessoas submetidas geralmente se lembravam que foram grandes figuras da historia, tais como Reis e Rainhas, Duques e Duquesas, Heróis, Filósofos, etc...

Dificilmente aparecia um caso onde a pessoa foi um mendigo(a), um pobre camponês(a), um ladrão(a), um mero soldado, um comerciante pobre, etc... Mas as técnicas foram avançando e assim a situação foi melhorando... Mas essa “melhora” não garante que os submetidos estariam recordando as suas verdadeiras vidas, e mesmo se estivesse o que fazer depois com essas lembranças? No “Salto” a pessoa “mergulha” em si mesma, ela não busca nada externo, mas sim interno. Fazer o “Salto” é o mesmo que praticar a mais sofisticada meditação iniciática (aquela que leva a iluminação, como a praticada por Buddha). As lembranças são as verdadeiras, pois além de serem na maioria das vezes dramáticas elas tem de fato a ver com o que a pessoa sofre na atualidade (como doenças, problemas de relacionamento, manias, etc... ) e mexe com as “entranhas” mais intimas e incomodas, justamente aquelas lembranças mais “inconvenientes” e que foram “Varridas para debaixo do Tapete”. No caso o Tapete é o subconsciente e sua poeira de milhares de anos acumulada. Acreditem, tem muitas “caveiras” nos nossos armários internos, descobrir essas caveiras e lidar com elas é o que define o trabalho que a pessoa que fez o “Salto” tem de começar.

O “Salto” nos leva a ter que lidar com as nossas mais incomodas lembranças... você está preparado? Conseguirá lidar com elas?

E como tem caveira feia ali dentro heim! As vezes tão feias que o Supra-consciencia é obrigada a adiar essa limpeza por tempo indeterminado até que o Elemental (você aqui na terra) se torne mais maduro e compreensivo, algo alias que a supra-consciência fará que você se torne com o passar do tempo. Existe nos livros psicografados do espiritismo muitas vezes as recomendações das almas (mentores) para que as pessoas deixem suas memórias desativadas. Eles dizem:

“Não abram novamente as antigas feridas, não invoquem antigos fantasmas que já estavam esquecidos há muito tempo...”

Apesar de eu não concordar plenamente com isso... dou meu braço a torcer. Pois, de fato o porão do subconsciente é realmente muito sujo e em algumas pessoas tão sujos que é melhor por um “cadeado” bem grande ali e esperar para quando tiver mais “humor” para começar uma longa e difícil faxina, faxina essa que pode levar anos ou quem sabe até vidas e mais vidas... No caso do “Salto”, porém quem vai decidir se a faxina deve ser feita ou não é o seu espírito, ele sim tem qualificação para fazer escolhas, ele decidirá se deve ou não ser bom invocar esses “fantasmas” e abrir essas “feridas”. Pois se elas não forem abertas e resolvidas agora, então quando será? 


Existem casos de pessoas que não conseguem dar o “Salto” logo de saída, esses casos são minoria, e só dá para saber se vai ou não dar o “Salto” caso que se submeta ao desbloqueio.



2-) Jurados de Morte (Vingança):

Outro problema que pode acontecer (mais raro) é sua  Supra-Consciência ter “planos” para você, planos esses que não incluem despertar memórias de vidas passadas agora, isso pode acontecer em casos como, (por exemplo) de você ter feito muitos inimigos poderosos em vidas anteriores. Em casos assim a Supra-Consciência prefere adiar o dia de despertar as memórias por que sabe que uma vez fazendo o despertar; os inimigos (que pode se tratar de pessoas que lidam com o oculto e os poderes psíquicos) te acharão na mesma hora em que as memórias forem despertadas! Isso acontece por que cada pessoa tem uma freqüência mental, é como as ondas de radio ou freqüências de linhas de celular. Se você for um fugitivo e a policia estiver rastreando o seu numero de celular então quando você ligar para alguém com ele você será localizado. No caso da freqüência mental a localização é ainda mais fácil, esse é um poder mental natural que os seres racionais possuem, uma capacidade que você poderá desenvolver, ou melhor despertar novamente...

Existem alguns casos de pessoas que possuem inimigos muito poderosos, esses inimigos geralmente são manipuladores de forças ocultas e hoje em dia se encontram em situação de revolta e confusão.

Imagine que no passado você matou muitas pessoas, e dentre essas pessoas existe um ou mais que mesmo depois de milênios querem vingança e desde então estão remoendo a chance de poder finalmente “lavarem a alma”. Suponha que estes possuem poderes psíquicos bem desenvolvidos, mas sem o devido desenvolvimento moral. Imaginou? ... Então esse poderá ser o seu caso, mas novamente assim como acontece no primeiro caso a supra-consciência vai manter as memórias desativadas até que providencias sejam tomadas. Que providencias são essas? Boa pergunta! Eu não sei! Rsrsrsrs!! Mas uma coisa pode ter certeza, a sua Supra-Consciência sabe se você deve ou não ter as memórias ativadas, deixar que ela decida isso é a melhor opção... ou melhor. É a única opção! Pois a Supra-Consciência sempre decide soberanamente sobre o seu Elemental.


Mas vamos nos aprofundar melhor nesses casos:

Não sei se você já leu em algum lugar sobre os poderes naturais que as almas desencarnadas possuem. Nos livros do Espiritismo ( psicografados ) existe os chamados “romances” em que as almas de pessoas que deixaram a dimensão dos encarnados contam a sua historia, e descrevem o mundo “espiritual” (Colônias e Umbrais ) lá eles contam que é muito natural e comum ter almas que se deslocam por meio do que aqui no mundo “material” seria chamado de Teletransporte, isto é, uma capacidade fabulosa que permite ao Ser/Entidade se deslocar de um canto a outro do mundo (ou universo) usando para isso apenas a sua vontade. É como você ver uma foto de uma região da terra, como por exemplo as Pirâmides do Egito e então desejar estar lá. Se você possuir o poder do Teletransporte desenvolvido então você poderá se deslocar para lá, bastando que deseje isso, assim como você pode desejar levantar o braço, você dá a ordem mental para seu braço levantar e então ele levanta! No caso então temos ali uma pessoa que fez muitos inimigos poderosos no passado, mas agora ela esta novamente encarnada, e como todo mundo com as memórias desativadas.

Os inimigos estão no “mundo espiritual” e possuem os poderes psíquicos ativados, mas eles não conseguem achar a pessoa encarnada... por que? Por que as memórias dessa pessoa estão desativadas, então é o mesmo que você ter um celular e estar com esse celular desligado, aqueles que buscam pelo sinal especifico daquele celular não o acha, é como se ele não existisse. Mas se alguém ligar o aparelho e fizer uma ligação, então as varias “antenas” que estão programadas para detectar o sinal vão achá-lo! É exatamente assim que funciona essa questão.

Se você tiver muitos inimigos poderosos então eles estarão atentos para rastrear a qualquer momento o seu sinal especifico, e se estes seres estando no mundo “*espiritual” [entenda que isso de 'espiritual' na verdade não existe, tudo é matéria, mudando apenas as freqüências] tiverem a capacidade de teletransporte (algo comum lá como já dito) então eles poderão estar ao seu lado no mesmo instante que você ativar as memórias! A supra-consciência então avalia isso, e decide se é bom ou não que o “Salto” seja feito. Se puder leia esse livro psicografado - [Clique Aqui], ele trata desses assuntos, dentro outros. 

Eu até hoje ( 10/01/2009 ) só conheci 2 pessoas que possuem esse tipo de problema, e mesmo assim eu sei que estes são casos muito especiais, e muito raros de ocorrerem.

3-) *Carcereiros ou Agentes da Segurança do Império:

[*Obs. nos referimos a carcereiros e agentes da segurança do império, não empregados do estado, e empresas que exercem a profissão de carcereiros em presídios  e segurança de empresas. Que 'império' é esse? Venha no seminário e saberá...]. O terceiro grande motivo das pessoas não conseguirem fazer o “Salto” tem a ver com o papel que elas desenvolvem aqui nesse Mundo. Esse papel está atrelado com os interesses “daqueles” que há muitos milênios atrás fizeram a sabotagem no sistema de chakras dos seres humanos da Terra. Esse é um tema para o segundo Modulo em diante do seminário, e só será abordado no primeiro modulo caso aconteça de aparecer uma pessoa assim envolvida. Por que? (você pergunta), por que é um assunto muito vasto e complexo, além de altamente polêmico e assustador, e só será abordado em caso de extrema necessidade. Poderão estudar o assunto aqueles que conseguirem fazer o "Salto" e ter uma clara e intensa comunicação com sua centelha divina.

-“... A humanidade carrega consigo uma dor horrível, uma horrível solidão e um anseio profundo de liberdade...” (Barbara Ann Brennan – Livro “Mãos de Luz” – Pg.190 – física formada na universidade de Wisconsin, pesquisadora da NASA, psicoterapeuta, clarividente e curadora)


- “A humanidade está prisioneira e é escrava de seus próprios manipuladores, com os quais conspira...”(Dorita Moraes Barros – Livro: Relatos de uma Alma – Pg.154)

Além desses exemplos, pode existir outras razões com os quais por enquanto ainda não me confrontei... Mas impressionantemente os casos de pessoas que não conseguem dar o “Salto” é muito pequeno, digo isso por que a "logica" diria que o certo seria ter mais pessoas despreparadas para encarar a triste realidade, mas não é assim, a grande maioria consegue. Caso aconteça de você não conseguir dar “o Salto” durante o seminário eu posso usar de minha clarividência para descobrir o porque disso (se você quiser)Eu tenho a capacidade de acessar as memórias das outras pessoas mesmo que estas estejam bloqueadas por suas respectivas Supra-Consciências. Esse potencial é simplesmente denominadoa Ponte”. Esse Dom pode ser desenvolvido por todas as pessoas que fazem e praticam o “Salto” com perseverança e seriedade, com ele é possível ver as memórias de outras pessoas como se fosse as suas próprias. Assim, mesmo que sua supra-consciência ache que não deva te mostrar suas memórias, você poderá ter uma resposta detalhada do porquê dessa decisão. Essa analise é opcionalAs razões são sempre muito sérias e bem fundamentadas.

Nota importante, fique ciente que você poderá não ter acesso as suas memórias, em casos assim, não há devolução de dinheiro, nem qualquer outra compensação, poderá ter a analise se quiser... mas é só. Então é uma aposta, você vem para o seminário correndo o risco de não fazer o Salto Quântico Padrão, que é quando a pessoa tem acesso claro e limpo com sua supraconsciencia, e principalmente acesso as suas memórias de vidas passadas. Os casos de pessoas que não dão o "Salto" é muito pequeno perante os que o fazem com sucesso, mas a possibilidade existe... então se está pensando em vir, medite sobre esse assunto, e decida se quer fazer essa "aposta" e tentar, ou se prefere desistir logo, e nem correr o risco. Todos nós sabemos que todas as grandes personalidades da historia, principalmente os grandes empresários, se tornaram "grandes" por terem aceitado grandes riscos, diante da possibilidade de grandes vitorias... uns tiveram sucesso, já outros fracassaram... mas não deixaram de tentar, esse é o marco que divide as pessoas comuns, das pessoas celebres. Faça a sua aposta, ou volte para casa sem saber se poderia vencer...   

Parte: [1] - [2] - [3] - [4] (Clique nos Números para ser direcionado)

5 comentários:

Anônimo disse...

... os interesses “daqueles” que há muitos milênios atrás fizeram a sabotagem no sistema de chakras dos seres humanos da Terra*.
Esse é um tema para o segundo Modulo em diante do seminário../OH o.o...vivo na europa, não posso frequentar seus seminários:( Quer dizer que não poderei ser esclarecido acerca deste "tópico*" através de seu blogue? Gostava muito de saber algo mais acerca desta sabotagem deliberada no sistema de chakras (embora tenha já, ou talvez, uma vaga ideia acerca do que se trata..O.o); PS: muito bom seu blogue e seus videos:D

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Bem anonimo, se não vive no Brasil o jeito é vir e fazer a iniciação, ou esperar que eu publique meu livro que nem sequer está pronto.

Abraço.

Paulo disse...

ola bruno, td joia contigo? isso que o sr. conta é semelhante as coisas que venho estudando vagarosamente a tempos, sobre implantes tipo matrix, corpo multidimencional e outras coisas que sao muito pesadas para expor a publico.
lendo seus txts e os depoimentos, fiquei realmente intereçado nesta iniciaçao e desbloqueio.

pena que nao poderei por agora, pois moro em curitiba e para ir a sp precisarei de uma boa quantia de grana para hospedagem e etc.
e tbm tenho paralisia cerebral que afectou parcialmente a parte motora, o lado direito é mais coprometido, necicitando assim de acompanhantes,
enfim, abraçao.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por Email:

Mais uma coisa, se eu não acessar a supra, será devolvido parte do dinheiro?

R: (indiquei essa pagina aqui), Depois:

Quanto a devolução do dinheiro, eu li muitos depoimentos e em vários, inclusive no do Din, foi devolvido o dinheiro p/ as pessoas que não acessaram suas memórias, foi somente por isso que te perguntei...mas estou ciente que o salto pode não acontecer, mas sei que os chakras serão desbloqueados e muitos benefícios surgirão com isso, a sabotagem desfeita, a kundalini vai despertar, isso já bastante, com certeza me ajudará nas meditações...

R: Eu tinha essa politica, mas infelizmente algumas pessoas abusaram dessa minha boa vontade, mesmo conseguindo dar o "Salto Padrão", mais tarde dias depois do seminário vinham falar que não conseguiram, e por isso queriam o dinheiro de volta, isso aconteceu umas 5 vezes, e quando começou a virar moda, eu tomei a dolorosa decisão de retirar essa garantia.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Explicações:

- Pessoa (1): Li em seu site que pode acontecer de a supraconsciência da pessoa recusar e não permitir que a pessoa dê o salto. No site, você alega que em situações assim, não há devolução do valor pago. Acha que esta atitude está correta? Por que? Novamente, peço que não se ofenda, meus questionamentos são por motivo de esclarecimento de dúvidas, sem qualquer intenção maliciosa a respeito de seu trabalho.

Resposta: Por causa do abuso de muitos... as pessoas que conseguiram, que tiveram acesso as memórias, que apagam imprints e implantes, alguns deles(as) depois de algum tempo voltava pedindo o dinheiro de volta, dizendo que simplesmente achavam que não conseguiram, teve uma moça que simplesmente disse, "fiquei pensando, e acho que não consegui, quero meu dinheiro de volta". simples assim... ai retirei esse beneficio quanto muitos começaram afazer isso, virou moda sabe?

- Pessoa (2): Bom dia Bruno, quanto a devolução do dinheiro, eu li muitos depoimentos e em vários, inclusive no do Din, foi devolvido o dinheiro p/ as pessoas que não acessaram suas memórias, foi somente por isso que te perguntei...

Resposta: Eu tinha essa politica, mas infelizmente algumas pessoas abusaram dessa minha boa vontade, mesmo conseguindo dar o "Salto Padrão", mais tarde dias depois do seminário vinham falar que não conseguiram, e por isso queriam o dinheiro de volta, isso aconteceu umas 5 vezes, e quando começou a virar moda, eu tomei a dolorosa decisão de retirar essa garantia.

- Pessoa (3): Só que eu percebo que seu trabalho também tem um porém: "Pode ser que a Centelha não queira falar com você". hahah, se você não devolvesse parte da grana investida, eu ia duvidar muito do trabalho!

Resposta: Eu antigamente devolvia boa parte do dinheiro de volta caso a pessoa não desse o 'Salto', mas sabe o que começou a acontecer? Vários depois de iniciados, e que tiveram SIM acesso as memórias, relataram terem sido operados, e tudo, dias depois voltavam dizendo que na verdade não conseguiram, que apenas se confundiram... e por isso queriam o dinheiro de volta. Teve uma moça que simplesmente veio e disse: "Ah, depois de passar esses dias, fiquei pensando e acho que não consegui, quero meu dinheiro de volta!". Virou moda, e quando muitos começaram a fazer a safadeza, eu tive de cortar esse beneficio...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...